sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Operação Quadro Negro X Operação Gaeco em União da Vitória

Em fevereiro deste ano a Folha de São Paulo publicou matéria sobre denúncias da "operação quadro negro" no Paraná, envolvendo o governador Beto Richa e Valdir Rossoni, entre outros políticos do Paraná. A nível local a imprensa se manteve, a época, em silêncio. Tanto que a assessoria do Deputado Hussein Bakri, considerando que o tema deveria ser divulgado, através do funcionário Marcelo Schlenert solicitou a este blog a publicação da matéria com a afirmação de que estaríamos agradando ao "Bakri", conforme mensagem de whatsApp em 20 de fevereiro. Após analisarmos a matéria e sem levar em conta a questão do agrado ou não, consideramos que era relevante, pois nela o próprio Deputado Hussein Bakri afirmou que na semana seguinte estaria em pauta na Comissão de Educação da Assembléia, a qual ele mesmo preside, a possibilidade de abertura de investigação. Entretanto o assunto, em vez de investigado foi aparentemente abafado e só agora com a publicação da "delação" do dono da VALOR é que os deputados de oposição estão tentando implantar uma CPI na Assembléia. Cabe ressaltar que até o dia 04/09 o Deputado Hussein Bakri que em fevereiro considerou a possibilidade de investigar o caso através da Comissão de Educação da ALEP e empenhou-se em divulgar a matéria, agora ainda não assinou a proposição de CPI. A matéria referida foi publicada e se encontra no link abaixo:
Na mesma época fervia nas redes sociais de alguns perfis locais, inclusive com o vazamento em "partes" das gravações feitas pela GAECO em investigações de corrupção envolvendo ou pelo menos sendo citados, diversos políticos locais ligados ao Deputado Hussein Bakri, inclusive o próprio deputado e o seu genro, que em 2016 foi candidato a Prefeito.  As investigações da GAECO ainda estão em andamento, entretanto o tema coincidentemente ou não, também foi, aparentemente abafado, pelo menos a chamada imprensa oficial e as publicações, inclusive nas redes sociais, se calaram e pararam.
O objetivo desse blog não é fazer qualquer tipo de denúncia ou acusação, tanto que não estamos apresentando nenhuma informação nova além das que já foram colocadas por outros órgãos de imprensa ou redes sociais,  entretanto, passados mais de seis meses de silêncio local sobre os dois temas, cremos que a população de União da Vitória tem o direito de saber o andamento das investigações nos dois casos, pois ambos envolvem nomes de representantes locais e regionais. Considerando que estamos as portas de uma nova eleição (em 2018) e a população precisa saber se há culpa ou não de nossos representantes nas questões levantadas, tanto pela GAECO como na operação Quadro Negro.