quinta-feira, 10 de maio de 2018

Rossoni na corda bamba sem o foro privilegiado

STF envia processo contra Rossoni para a primeira instância da Justiça Estadual; tucano quer o TJ

Ministro Alexandre de Moraes manda processo referente a denúncia de peculato apresentada por Dodge para a primeira instância do Paraná. Rossoni recorreu e pede desesperadamente que o processo vá para o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ) que é a segunda instância. O STF ainda vai decidir sobre o recurso apresentado, se vai para o TJ ou se confirma a primeira instância mesmo. Se depender do apelo popular paranaense, Rossoni cairia nas mãos de Moro, mas isso provavelmente não vai acontecer, até porque de nada adianta aliviar a lista de processo do STF e sobrecarregar ainda mais a primeira instância, no caso especifico, sobrecarregar o trabalho de Sérgio Moro.
De qualquer forma, embora não foi exatamente como a população queria, mas o fim parcial do foro privilegiado já apresenta os primeiros resultados positivos e leva ao desespero muitos dos políticos que se achavam seguros com o mandato de deputado federal, entre eles Rossoni.
A denúncia de peculato contra Rossoni é gravíssima e apresenta provas quase incontestáveis. Veja no link abaixo a matéria da Gazeta do Povo e também o vídeo onde a Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, explica com detalhes como Rossoni desviou recursos públicos enquanto era deputado estadual no Paraná. Resta saber se a primeira instância vai conseguir dar a celeridade esperada ao processo, ou se o Deputado ainda conseguirá o "berço esplendido" do TJ do Paraná. De qualquer forma, uma suposta reeleição já não dará a total segurança que o parlamentar contava como certa. O ideal é que tudo fosse julgado antes da eleição.